Rede dos Conselhos de Medicina
Selecione o Conselho que deseja acessar:
Porto Alegre, 19 de Agosto de 2019. Aumenta a Fonte [ A + ]   [ A - ]  
 
08/02/2019

Telemedicina

Presidente do Cremers publica artigo no jornal Zero Hora


Nesta sexta-feira, o jornal Zero Hora publicou artigo do presidente Eduardo Neubarth Trindade. Confira:

O paciente deve estar em primeiro lugar

A polêmica resolução do Conselho Federal de Medicina (CFM), que autoriza a realização de consultas online, telecirurgias e telediagnósticos - e que será alterada após protestos e questionamentos feitos por nós e outros Conselhos Regionais - contribui para o debate sobre qual a Medicina que queremos.

Para começar, é inegável que a telemedicina chegou para ficar. O uso da tecnologia na área da saúde tende a crescer, e rapidamente. Precisamos, contudo, manter cautela e evitar açodamentos por maior que possa ser nosso entusiasmo diante dos avanços a passos largos da ciência, onde o novo em pouco tempo é como jornal de véspera.

O que é permanente e imutável, por mais que se usem as mais modernas ferramentas e novas técnicas, é o paciente. Na Medicina que queremos o paciente, em qualquer circunstância, está sempre em primeiro lugar. Somos favoráveis à incorporação de novas tecnologias no tratamento médico, mas sem descartar o exame físico, o olho no olho.

É fundamental, imprescindível, manter e estimular cada vez mais a relação médico-paciente, nem sempre possível na rede de saúde pública em todo o país, mas que deve ser buscada sempre, tanto nas consultas em postos de saúde precários como na telemedicina, uma conquista que precisa ser bem trabalhada em benefício do paciente e também do médico.

Na Medicina que queremos não pode faltar investimento em saúde e a boa gestão desses recursos, bem como um programa sério de interiorização com a criação de uma carreira de Estado para o médico.

É importante, também, uma atuação forte do governo para bloquear a abertura de novos cursos de medicina (hoje são 334), e fechar aqueles que não estão aptos a formar profissionais qualificados.

Falta uma depuração rigorosa como a feita nos EUA, em 1910, a partir de um estudo sobre faculdades de medicina do país. O Relatório Flexner, como ficou conhecido, resultou na extinção de quase metade das escolas médicas. Hoje, são 125, todas formando bons médicos. A medicina que queremos começa por aí, pela formação de profissionais habilitados a prestar um atendimento eficaz e resolutivo à população.

Institucional Câmaras Técnicas Comissões de Ética Conheça o CREMERS Contas Públicas Delegacias Diretoria Palavra do Presidente Vídeo Institucional História Cremers

Serviços Área do Médico Busca Empresas Busca Médicos Ativos CBHPM Concurso Emissão de Boleto Empregos Eventos Inscrição de Empresas Licitações Pareceres e Resoluções Perguntas Freqüentes Pessoa Jurídica Propaganda Médica Registro de Especialidade Médica

 

 

Imprensa Artigos Assessoria Informativo Cremers Notícias Twitter

Publicações Apresentações para Download Biblioteca Código PEP Regimento Interno dos Corpos Clínicos

 

Contato Fale com o CREMERS Fale com o Presidente Ouvidoria

 

 

 

Conselho Regional de Medicina do Estado do Rio Grande do Sul - Copyright 2019 ©
Av. Princesa Isabel, 921 - Bairro Santana
Porto Alegre - RS - CEP: 90620-001
Telefone: (51) 3300-5400 e 3219-7544
Fax: (51) 3217-1968
E-mail: cremers@cremers.org.br
Horário de Atendimento:
De segunda-feira a sexta-feira
Das 08h40min às 18h00min